Notícias


26 de novembro de 2016 às 09h26

27 de novembro - Dia Nacional da EaD

5 motivos para fazer um curso superior a distância

Da Redação
27 de novembro - Dia Nacional da EaD
 

É notório o crescimento do número de alunos que optam pela educação a distância no Brasil. Desde 2013 mais de um milhão de alunos estudam nessa modalidade no país. Estudar a distância pode provocar certa estranheza para quem sempre estudou com um professor em sala de aula no método presencial. Por esse motivo pensamos em cinco razões para optar pela EaD. Vamos vê-las.

  1. Comodidade: Temos mais de 74 milhões de smartphones no Brasil atualmente. Isso significa que há uma geração conectada, que aprende a digitar com os polegares e não mais no velho método asdfjhj. Estudar a distância permite que o aluno acesse sua sala de aula de maneira multiplataforma. Isso quer dizer que as aulas podem ser assistidas de celulares smartphones, tablets, notebooks ou desktops. Isso gera muita liberdade e comodidade para o aluno, pois ele pode estudar de onde estiver e quando quiser. Algumas instituições possuem metodologia onde o aluno precisa ir ao polo apenas uma vez a cada dez semanas. Imaginem que enquanto está no ônibus no caminho de casa para o trabalho e do trabalho para casa um operário de uma fábrica, por exemplo, pode fazer em apenas dois anos um Curso Superior de Tecnologia em Gestão de Recursos Humanos e pleitear uma promoção para esse setor em sua empresa. Basta que tenha um celular ou tablet com acesso a internet e ele terá todo rercuso necessário para estudar.

  2. Tempo livre: No ensino presencial os alunos têm aulas de segunda à sexta feira. As aulas começam, normalmente, às 18h20 e vão até 22h30. Na educação a distância o aluno tem que se dedicar, em média, cerca de 1h14min por dia por disciplina. Existem instituições de ensino onde o aluno faz apenas duas ou três matérias simultaneamente, ou seja, seriam 2h30 de estudo por dia. Isso proporcionaria mais tempo livre para mães que precisam cuidar da casa e dos filhos, para quem trabalha o dia todo e ainda tem afazeres em casa e na família e quaisquer outras pessoas que não podem ou não querem estar todo dia numa sala de aula.

  3. Suporte: Professores são mestres em áreas específicas do saber e o conhecimento que transmitem capacitam milhões de pessoas diariamente para inúmeras profissões no Brasil e no mundo. Porém, em nosso país, é comum que o professor prepare a aula, desfile seu conhecimento em cerca de 50min e pronto! Aprendeu quem aprendeu e quem não aprendeu que estude só. São poucas as oportunidades que existem de ter um professor que encaminhe os alunos numa aventura do saber. Poucos são os professores que reservam horários para exercitar a dúvida, estimular os alunos a questionar, pensar novos caminhos e etc. Até porque existe um conteúdo programático que precisa ser cumprido e o tempo urge para esses mestres. Na educação a distância tudo isso é diferente. As aulas são gravadas. Se o aluno não entender ele pode voltar e assistir novamente. Se restar alguma dúvida ele tem inúmeras formas de contato com professores online. Pode contatar esses professores por vários diferentes canais de atendimento, como email, chat online, central de mensagens, ambiente tira dúvidas dentro de ambientes virtuais de aprendizagem, Skype, telefone e muito mais. Além disso, várias disciplinas possuem materiais impressos e digitais e recomendações de leituras complementares e, às vezes, até suplementares. Ainda assim se o aluno tiver alguma dúvida há plantões tira dúvidas nos polos de apoio presencial espalhados pelo país. Algumas instituições possuem mais de 500 polos no Brasil. Esses tutores nos polos estão preparados para esclarecer as dúvidas dos alunos e conduzi-los para um novo nível de conhecimento, estimulando, caminhando juntos e fazendo a busca pelo conhecimento ser prazerosa e divertida.

  4. Economia: Estudar a distância pode ser, em alguns casos, até quatro vezes mais barato que no método presencial. Muitas instituições possuem diversos programas de bolsas de estudos para todo tipo de público. Em Barbacena uma dessas instituições é o polo da Uniube – Universidade de Uberaba. Lá, existem bolsas, para alunos que fizeram o ensino médio em escolas públicas, que chegam a 50% de desconto. Caso o aluno conquiste uma bolsa como essa, chamada PROEM, chega a investir R$6,58 por dia. Isso é menos que uma coxinha e uma coca-cola na maioria das cidades do país. Essa democratização do acesso a educação superior era surreal até pouco mais de uma década atrás e foi também a educação a distância que proporcionou essa possibilidade de mais brasileiros realizarem seus sonhos de se formarem e possuírem um diploma de ensino superior.

  5. Empregabilidade: O ensino a distância no Brasil é recente em relação a países da Europa, por exemplo. Lá, alunos que se formaram a distância, são preferidos pelas empresas. Isso porque são pessoas que, normalmente, possuem algumas características melhor desenvolvidas como disciplina, autonomia, pontualidade, iniciativa e foco. Isso é muito daquilo que uma empresa procura em qualquer funcionário. A educação a distância tanto recebe alunos que já possuem essas características, quanto ajuda a desenvolvê-las naqueles que ainda não as possuem como diferenciais competitivos.

Em função dessas cinco razões, estudar a distância é uma grande oportunidade para pessoas que possuem restrição de tempo ou dificuldades para estarem todos os dias numa sala de aula, mas também é uma excelente alternativa para quem não tem essas dificuldades, mas deseja economizar em sua formação ou ter mais tempo livre e comodidade no caminho da conquista de um diploma. Vale a pena estudar a distância!

 

Quer saber mais ou se inscrever para um vestibular? Acesse o link http://barbacena.ead.uniube.br/.